Couve Penca de Mirandela

Couve Penca de Mirandela

A couve penca de Mirandela é uma variedade de repolho fechado (corações grandes e densos), de caules grossos, cor branco manteiga e folhas grandes e largas, cor verde claro. Muito saboroso.

É realizada anualmente a Feira da Couve Penca, na freguesia de Carvalhais.

Couve Penca Mirandela

 

 

Nome Científico: Brassica oleracea var. costata

Nome Comum: Couve Penca.

Nomes Populares: Couve Penca.

Família: Brassicaceae.

Origem: Tendo a mesma origem das Brassicas, a sua selecção ocorreu na Península Ibérica.

Descrição: A Couve Penca, possui uma morfologia intermédia entre as couves de repolho e as couves da variedade acephala. Possui caule curto e folhas relativamente grossas com talos carnudos. As flores são hermafroditas, autoférteis e polinizadas por abelhas.

Sementeira: Em geral, as sementes de Couves Pencas semeiam-se de preferência em alfobre (de onde se transplantam mais tarde) desde o final do Inverno até meados do Outono. Em Portugal e todo o Hemisfério Norte nos meses de Fevereiro, Março, Abril, Maio, Junho, Julho, Agosto, Setembro, Outubro.

Deve transplantar a um compasso mínimo de 50 x 50 cm. 

Não é aconselhável semear/transplantar couves 2 anos seguidos no mesmo local para evitar doenças.

Época de Sementeira em Viveiro: Início de Primavera, Plena Primavera, Final de Primavera, Início de Verão, Pleno Verão, Final de Verão, Início de Outono, Pleno Outono;

Época de Transplantação: Plena Primavera, Final de Primavera, Início de Verão, Pleno Verão, Final de Verão, Início de Outono, Pleno Outono, Final de Outono;

Época de Colheita: Final de Primavera, Início de Verão, Pleno Verão, Final de Verão, Início de Outono, Pleno Outono;

Ver calendário agrícola

Crescimento: Médio/lento

Resistência: São mais rústicas e menos exigentes em fertilizantes do que as couves repolho. São resistentes ao frio, podendo suportar temperaturas até os -8 Cº. Tolera a exposição a climas marítimos e adapta-se a diferentes tipos de solos.

Luz: Boa luminosidade.

Solos: Adaptam-se a diferentes tipos de solos, preferindo os de textura leve, soltos e bem drenados, sempre que sejam profundos. 

Rega: Regular. Deve manter a terra fresca.

Adubação: Não são exigentes em fertilizantes, podendo-se incorporar no solo adubo orgânico bem composto antes da plantação.

Pragas e Doenças: Afídeos, alfinete, áltica, falsa potra, lagartas, mosca da couve, mosca branca da couve, nóctuas, traça da couve, nemátodes, míldio das crucíferas, pé negro, podridão cinzenta, ferrugem branca, potra.

Multiplicação: Semente

Colheita: Efectua-se cortando manualmente o colo da planta.

Utilização: As couves de folha possuem um maior teor de clorofila e carotenóides, são mais ricas em vitamina A e cálcio. São utilizadas na confecção de sopas e cozidos. É uma couve muito apreciada na época natalícia.

 

Dados orientativos em função do clima e forma de cultivo

penca-mirandela-cultivo

 

Um pouco de história

 

No decorrer da minha investigação sobre a couve penca, deparei-me com um artigo que vale a pena ler. É uma homenagem aos «Hortelões de Mirandela», escrito por Jorge Lage. 

Já desde longa data que as terras férteis da freguesia de Carvalhais produzem couve penca, com características bem diferenciadas, que a tornam muito procurada e apreciada.

Para fazer justiça a esta hortaliça, a Junta de Freguesia de Carvalhais organiza a Feira da Couve Penca (o site encontra-se com dados de 2013), com o objectivo de promover e sensibilizar para a importância económica desta cultura, nestas terras de ledra.

A semente da Couve Penca de Mirandela já está certificada e por satisfazer as condições estabelecidas no artigo 4º, do DL n.º 154/2004, de 30 de Junho, já inscrita no Catálogo Nacional de Variedades, Couve Portuguesa “Penca de Mirandela”. (Despachos n.º 3574/2006, de 15 de Fevereiro, alterado pelo Desp. 16348/2007 de 27 de Julho, publicados na II Série do D. R.). 

Assim, pretendendo obter produtos regionais de qualidade, a Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, a Câmara Municipal de Mirandela, a Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de carvalhais, a Junta de Freguesia de Carvalhais e a Associação dos amigos da Escola Agrícola de Carvalhais decidiram realizar um Campo de Demonstração e Divulgação da cultura da couve, sendo posteriormente distribuída aos horticultores para plantação nos campos de produção.

 

 

Fonte: http://ecoguia.cm-mirandela.pt/

http://www.loja.jardicentro.pt/ Autor: André M. P. Vasconcelos 

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: